The Truth's For Sale

Mago: A Cruzada dos Feiticeiros – O Colar de Inês – Parte I

Posted in O Jogador, RPG, World of Darkness by Carlos Hentges on 31/10/2017

Nuno Monteiro cresceu numa numerosa família de comerciantes de modesta prosperidade. O destino, contudo, foi generoso ao fazer com que caísse nas graças de um casal de nobres especialmente ciosos da própria história. Facultaram-lhe acesso à biblioteca da família e lhe incumbiram de preservar aquilo tudo, completando lacunas e preenchendo tomos com o passado da nobiliarquia portuguesa, seus arranjos e tramoias.

Não lhe faziam segredos, seus patronos, um casal licencioso que parecia ter certo prazer em minutar depravações de corar as faces. Criado na fé e castiço, Nuno era objeto de interesse e diversão curiosa dos Álvares Pimentel, àquela altura, seus anfitriões.

Confessor de ouvidos moucos e escriba guardador de segredos, Nuno devia ao nanquim o status adquirido naquela residência. Foi através dele que Despertou, numa noite em que acreditou estar sonhando ao ver todo o conhecimento da biblioteca escorrendo dos livros em direção a uma entidade mais negra do que qualquer uma de suas tintas.

Já em Coimbra, tutelado por Cícero, Nuno Monteiro teve seu apetite pelo saber bem aceito entre os Solificati. Àquela época, ainda lhe escapava tudo que não fosse um mero vislumbre do mundo ao qual era não mais do que um recém-chegado.

Em companhia de dois outros Despertos, dirigir-se-ia à Quinta dos Namorados para tomar parte nos trágicos acontecimentos envolvendo o jovem D. Pedro I e sua paixão proibida, Inês de Castro.

Anúncios

The Pool RPG

Posted in RPG by Carlos Hentges on 19/10/2017

The Pool é um sistema extremamente simples, com foco em narração. Para baixar o material completo (são apenas oito páginas), clique aqui.

Resumo (com regras opcionais):

– Os personagens são construídos com Características. Elas podem representar traços de personalidade, ambições, defeitos, talentos, habilidades profissionais, o que for. Seu nível vai de +1 a +5.
– Cada jogador tem 15 “Dados” para distribuir em suas Características. Seu custo é o igual ao valor associado à característica, multiplicado por ele mesmo. 1 custa 1. 2 custa 4. 3 custa 9. E assim por diante. Os Dados não utilizados na criação do personagem ficam com o jogador na forma de Dados Bônus.

Usando um personagem Mago como exemplo:
Mago recém-iniciado entre os Solificati +2
Veneração por livros, bibliotecas e o conhecimento em geral +2
Adotado por casal de nobres de hábitos extravagantes +2
Isso custaria 12 de meus 15 Dados. Ou seja, eu começaria o jogo com 3 Dados Bônus.

– O valor de cada Característica corresponde à quantidade de d6 que o jogador rola para solucionar um Conflito no qual aquela Característica seja relevante. Para ter sucesso, o jogador precisa rolar pelo menos um resultado 1.
– O Narrador fornece de 1 a 3 Dados Bônus para cada rolagem, buscando refletir a dificuldade da ação pretendida.
– Essa rolagem pode ser melhorada pelo acréscimo de até 9 Dados Bônus que o jogador tenha consigo (eles não retornam ao jogador depois de utilizados).

Ex.:
O mago iniciante busca desvendar os mistérios de um tomo que não deveria estar lendo numa biblioteca subterrânea.
Eu rolo 2d pela minha Característica Veneração por livros, bibliotecas e o conhecimento em geral. O Narrador fornece +1d (trata-se de uma escrita difícil, o personagem tem pouco tempo para se concentrar). Como quero muito compreender o conteúdo do tomo, adiciono 2 Dados Bônus à rolagem. Ou seja, uma rolagem de 2d+1d+2d = 5d.

– Para ter sucesso, é necessário rolar 1 em pelo menos um dado.
– Em caso de sucesso, o jogador tem duas opções: receber 1 Dado Bônus e deixar que o Narrador descreva o resultado do Conflito. Ou realizar um Monólogo da Vitória, quando toma para si a tarefa de narrar o resultado do Conflito.
– Em caso de falha, o jogador recebe 2 Dados Bônus.

Este Corpo Mortal – Princípio Transiente

Posted in Este Corpo Mortal, RPG by Carlos Hentges on 13/10/2017

Tom: Cybercrimes, Violência, Engenharia Social, Governo Corporativo, Melancolia.
Cenário: População multicultural sobrevive em um futuro desumanizador. Província com milhões de habitantes formada após êxodos há duas gerações.
Magia:
– Média (10 pontos iniciais – 3 Marcadores de Poder por Marcador de Magia)
– A Magia apenas se manifesta por meio da tecnologia, especialmente a cibernética e a realidade virtual.
– A tecnologia é parte da segregação social, sendo praticamente ilimitada aos mais ricos.
Conflitos:
– A manutenção do que significa ser humano
– Luta de Classes
– Liberdade x Controle
– Submissão x Revolta
Personagens:
– Um Engenheiro corporativo em processo de revolta.
– Um Policial cyborg arrependido.
– Um Boxeador modificado em crise.

Resumo dos seis capítulos dessa história aqui.