The Truth's For Sale

Uncharted 3 e o fim do mapa

Posted in PS3 by Carlos Hentges on 06/02/2012

Eu não joguei o Uncharted original. Li que muitas pessoas o consideram o primeiro motivo real para se ter um PS3 (ao lado de Metal Gear Solid, possivelmente). Logo, quando experimentei o segundo da atual trilogia, não tive base para comparar o efeito causado pelo jogo. A história, seus personagens e diálogos, a variedade e fluidez da ação e das transições de cenas surgiram arrebatadoras diante de mim, fazendo de Uncharted 2 um de meus jogos favoritos até hoje.

E então, veio o terceiro capítulo da série. E fica evidente que junto dele chegou a necessidade de encerrar as aventuras de Nathan Drake.

Uncharted 3 – Drake’s Deception sofre do maior mal que pode se abater sobre uma franquia: ausência de novidade. Tecnicamente impecável, o jogo mostra quanto ainda se pode fazer com o hardware datado do PS3. Contudo, está presente o pior do que se encontra em grande parte das superproduções cinematográficas que o jogo copia/homenageia/referencia: mais explosões, mais correria, mais intensidade. Mas nunca mais inteligência.

Perdi a conta de quantos cenários me pareceram reciclados do segundo capítulo da trilogia, quantas vezes fui capaz de antecipar os passos dos vilões (ei, aposto que eles vão aparecer logo após eu fazer uma descoberta que não conseguiriam por conta própria) e quantas vezes me ocorreu que alguns coadjuvantes estavam sendo subaproveitados pela história (Sully à parte).

Experimentar Uncharted 3 me fez compreender porque ele recebeu notas tão altas quase que unanimemente, mas me colocou em conflito com os critérios de quem o considerou o jogo do ano, seja de modo geral, seja para PS3. Como evolução de um produto de altíssima qualidade, Dark Souls, por exemplo, apresenta um resultado melhor.

Caso venha a receber novos capítulos, as aventuras de Nathan Drake precisam passar por uma revisão. Não que seja uma necessidade sob o ponto de vista das vendas, haja visto a quantidade de fãs de PS3 que sempre utilizarão Uncharted para “provar” que seu console é melhor do que o X-Box 360. E que devem apoiá-lo incondicionalmente, portanto.

Contudo, para seguir relevante, é preciso de renovação. Da minha parte, preferiria que este fosse o fim do mapa para Uncharted. É digno o bastante para a Naughty Dog pendurar a bússola e concentrar-se em novos projetos (The Last of Us, por exemplo).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: