The Truth's For Sale

Diários (Ir)Radiados – Os Segredos do Vault

Posted in GURPS, O Jogador, RPG by Carlos Hentges on 04/01/2012

Thorne me irritou a ponto de eu perder a cabeça. Como é possível que ele não entenda a importância do que tem nas mãos? Pior. Ele entendia, mas queria fazer lucro disso. Quantas tampas vale a vida de cada um dos Ghouls do Deserto? Por um momento, achei que teríamos que impedir, eu e Lucas, o xerife, a sua saída de Megaton. Ainda bem que ele se convenceu de que sim, poderia até ganhar algum dinheiro com os planos de, como é a palavra mesmo, higienização do Enclave. Mas poderia fazer isso enquanto salvava milhares de vidas. Eu estava pronta desde o início. Desde que coloquei os olhos no material que estava no Pip-Boy. Envenenar a água com algo que afeta apenas os Ghouls. Não consigo imaginar o desejo raivoso por trás de algo tão trabalhoso. Isso tudo aconteceu ao mesmo tempo em que um representante do Enclave apareceu em Megaton. Por um momento, achei que tinham nos rastreado, mas foi mais uma pressão. Eles estão desconfiados de algo e estão de olho nos arredores. Esse era o recado. Foi o que nos colocou em movimento imediatamente. Thorne sabia que o Enclave estava usando como base um dos vaults próximos. Nós fomos até lá sem um plano bem claro. Apenas precisávamos descobrir quão adiantado estavam os planos do Enclave para decidir qual o passo seguinte. Lucas ia ficar de olho em Sarah, a garota que Thorne trouxe justamente do vault para onde a gente ia, enquanto entrava em contato com pessoas que poderiam ajudar. Alguém da Irmandade do Aço, se a gente estivesse com sorte. Entrar no vault acabou sendo estranho. Eu meio que perdi a cabeça. De novo. Uma pessoa nos recebeu, acompanhada de um segurança. Eu ataquei ele na expectativa de que Thorne – ele conseguiu esconder uma arma durante a revista – desse jeito no guarda. Acabou dando tudo certo, com o segurança no chão e todo mundo perplexo comigo. Só então entendi que o Enclave estava usando o vault sem o consentimento dos moradores, meio que sequestrados nas suas próprias casas. Tanto assim que a principal atividade do local foi colocada na mão de um cientista de confiança do Enclave. Eu consegui extrair do computador todas as informações que eles tinham e ainda destruí os modelos que estavam trabalhando. O projeto de higienização é real, afinal de contas, e agora a gente estava atolado até o pescoço nisso. É certo que o Enclave vai apertar Megaton com mais força agora, e nós temos que chegar lá e preparar as pessoas para isso. Não sei o que vai acontecer com todos, e Sarah me preocupa bastante.

Meu nome é Erza. Bem, não é meu nome de verdade, mas é como meus pais me chamavam, então, acho que conta. Eu vou continuar escrevendo esse diário enquanto puder.

Anúncios
Tagged with: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: